domingo, 1 de maio de 2011

DICAS PARA UM BOM PLANO DE AULA

Dicas para um bom plano de aula.

1º Passo: Definir o tema.       
 
O ponto de partida é o tema da aula. A escolha do tema de aula terá de ser de
acordo com o conteúdo dos planos de unidade didáctica das turmas.
2º Passo: Definir o objectivo.
 
Definir as competências a serem desenvolvidas nos alunos como, por exemplo, acompreensão e expressão orais, a leitura, a expressão escrita, o conhecimento explícito,as competências gerais e transversais.


3º Passo: Pesquisar textos e material.
 
A ideia para uma aula, sobretudo de língua estrangeira, poderá surgir através deuma música ouvida no rádio, de uma frase ouvida num spot publicitário, da cena de umfilme ou de uma revista folheada ao acaso. Recomenda-se que o professor estagiário, namedida do possível, construa o seu próprio material de pesquisa, com recortes de jornaise revistas, livros, vídeos e outros.


4º Passo: Criar uma estratégia que conduza ao objectivo definido.
       
A definição da estratégia está relacionada com a idade e com o desenvolvimentopsicossocial dos alunos. Há que ter em conta a maneira como os alunos poderãointerpretar o tema, o modo como o tema os poderá afectar e o tipo de actividade quelhes poderá interessar.
- Motivação
 
Toda as actividades precisam de uma motivação. Motivar é criar interesse pelotema e vontade de saber mais sobre ele. É necessário que haja motivação desde o inícioaté ao fim da aula. Quando nos apercebemos que o ritmo da aula já se alterou e que ointeresse dos pelos alunos pela mesma está a desvanecer-se, urge encontrar novamotivação que os incentive a ter novo interesse pela aula e gosto pela matérialeccionada.
A motivação pode estar ligada à percepção da utilidade do assunto, àpossibilidade de aplicação prática na vida, ao reconhecimento dos resultados e aointeresse real e envolvimento emocional do professor estagiário. O reforço positivo decomportamentos dos alunos é, também, altamente motivador.


- Desenvolvimento
 
Através de uma dinâmica de grupo, entre outras hipóteses, estabelecer um diálogo e
discutir sobre as questões relacionadas com o texto.
 
- Atividades Finais 
      
Propor, entre outras hipóteses, uma actividade recreativa, de preferênciainteractiva, como a criação de frases, textos, exercícios de compreensão onde os alunospossam, de alguma forma, aplicar os seus conhecimentos, recapitular os conteúdosapreendidos e, finalmente, sintetizar o que foi concluído em relação à matéria.

Prof. Fagner Lopes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário